Na semana em que vamos dar as boas vindas ao Professor Sabino Soares na nossa Academia de Formação, com o Workshop de Mindfulness para Pais e Professores, decidimos convidar o formador a partilhar um pouco mais sobre o que é o mindfulness e a sua aplicabilidade na educação:

O formador é Sabino Soares, é professor, criador do Programa de Mindfullness Bkind, é o autor do livro “Guia Prático de Mindfulness para Professores com alunos felizes“, que resulta da sua experiência de implementação de vários projectos de mindfulness em escolas. Sabino Soares, docente de Expressão Físico-Motora, percebeu que era difícil cativar estas crianças e assim teve início esta iniciativa, o que o levou a dar formação a outros colegas e originou a candidatura para Melhor Professor do Ano. A ideia, assegura: “Não é que deixem de ser crianças e passem a ser robôs, calados e silenciosos. É educar pelo coração“.

Em que consiste o mindfulness? 

Consiste em proporcionar exercícios que levem os participantes a terem uma experiência diferente em que se leva a mente a acalmar e a concentrar-se através das mais diversas técnicas (movimento, respiração, entre outras). A natureza da mente é pensar, como tal, é natural que os pensamentos aconteçam durante a prática , o mindfulness convida a notar que se está distraído, observar o que causou a distração e escolher fazer regressar o foco da atenção à tarefa que estamos a desempenhar no momento presente.

Quais os seus benefícios? 

O conceito de mindfulness tem atualmente uma enorme expressão a nível mundial. Há imensos estudos, teses e publicações sobre as mais diversas aplicações que o mesmo pode assumir, desde a saúde à justiça, até à política e à educação, sendo que estes estudos também incidem sobre potenciais impactos que a prática de mindfulness pode ter na vida das pessoas.

Estes impactos podem ser na promoção da saúde mental e do bem-estar, no desenvolvimento da auto-regulação, na previnção do stress, na captação de mais energia para o dia a dia, na maior criatividade, maior serenidade/equanimidade, melhora o humor e o comportamento, maior equilíbrio emocional, respeito pela diferença e empatia, reduz a ansiedade, maior sentimento de paz e clareza na mente, reduz a inquietação e irritação, promove a disciplina, desenvolve o espírito de grupo e cooperação, aumenta a auto- confiança, contribui para uma auto-imagem positiva, etc.

• Qual a relação entre mindfulness, a criança e o adulto?

A consciência do presente é algo bastante natural para a criança, mas não o é para os adultos. Contudo, quando os adultos (os pais e os avós, professores, educadores, entre outros) praticam a atenção plena (mindfulness), conseguem com que a sua consciência esteja totalmente focada no momento. Desta forma, a relação com os filhos/netos/alunos terá uma base mais real, assente na harmonia e na compreensão pelo outro.

A criança passa a sentir que é ouvida, compreendida e respeitada e os adultos, sentem-se mais calmos, assertivos e atentos.

Vamos explorar tudo sobre este tema no workshop de dia 19 de Maio!

Vamos abordar as bases e princípios do mindfulness e a sua aplicabilidade na educação; falaremos das fases de desenvolvimento do mindfulness, como base para alcançar resultados como a atenção/ concentração, a percepção, o nível de consciência e a capacidade de decisão em situações difíceis da vida.
O foco será na preparação do Adulto, pretendendo dar a conhecer a abordagem do mindfulness como ferramenta para pais e professores na sua missão de educar.

Até lá,

Rosana Fernandes

Artigo Seguinte
Artigo Anterior