Quando falamos em ambiente preparado em contexto Montessori, imaginamos um ambiente interior maravilhoso, com estantes baixas, repletas de materiais Montessori super atrativos.

Contudo, em qualquer parte podemos ter um ambiente preparado, que não sendo num contexto ou com materiais Montessori siga os princípios inerentes.
Desde a nossa casa, com as diferentes divisões adaptadas a todas as pessoas que lá habitam, sejam estas grandes ou pequenas, novas ou idosas, com alguma necessidade especial, para que estas possam ser autónomas e independentes, a todas as atividades interiores e exteriores que planeemos.

 

No passado fim-de-semana tivemos a oportunidade de vivenciar uma manhã com diversas atividades fantásticas na natureza.
Estas estavam organizadas num circuito e em cada paragem havia um “ambiente preparado”. Cada paragem tinha uma proposta de atividade específica, continha os materiais necessários à execução da mesma, e alguém com um enorme sorriso que amavelmente nos apresentava a atividade, explicando o seu propósito bem como levá-la a cabo, mostrando-se disponível para nos acompanhar ao longo do processo.

 

(Ainda que tenha cara de tigre, era mesmo uma abelha a recolher mel para levar para a colmeia, numa atividade em equipa procurando entre todos, levar a maior quantidade possível de pólen e néctar)

Foi sem dúvida uma manhã especial, onde respiramos ar puro a plenos pulmões, aprendemos diversas tarefas/novas atividades e terminamos de coração cheio!

 

Na imagem da esquerda após observar diversos insectos, construímos flores com elementos da natureza onde colocamos néctar para atrair borboletas.

Na imagem da direita, após encontrar os melhores ramos para construir um arco, e a mestria de o fazer sem partir o ramo, treinamos a arte de acertar num alvo com arco e flecha!

 
Partilhei aqui imagens de algumas de muitas atividades realizadas que iremos recordar e querer reproduzir 🙂 pois acima de tudo foram aprendizagens realizadas por cada criança, usando todo o seu corpo, e já Confúcio dizia “Aquilo que ouço eu esqueço, aquilo que vejo eu lembro e aquilo que faço eu aprendo”.

Boa semana,
Joana Rebelo

Artigo Seguinte
Artigo Anterior